5 dicas de como usar as redes sociais para vender imóveis

As redes sociais possuem um grande poder se você deseja encontrar e se relacionar com os seus clientes. Se forem utilizadas da maneira correta, elas podem fazer com que você consiga alavancar o número de contatos e também o número de vendas, melhorando os seus resultados. Para isso, algumas técnicas são consagradas e indispensáveis, permitindo que você alcance os resultados desejados. Quer saber quais são elas? Então veja 5 dicas de como usar as redes sociais para vender imóveis.

Saiba quais são as principais redes sociais para vender imóveis

Antes de mesmo de sair colocando em prática técnicas diferentes, é muito importante que você conheça quais são as principais redes sociais para esse mercado. No geral, Facebook, Instagram, LinkedIn e Twitter são as principais. O Facebook merece destaque, pois é a rede social mais popular do mundo e, portanto, há grandes chances do seu cliente estar lá.

Já o Instagram é bastante visual e permite atrair e encantar possíveis interessados nos imóveis. O LinkedIn, por sua vez, é uma ótima forma de estabelecer contatos e parcerias profissionais com outros corretores, assim como também para conhecer novas técnicas de venda. Enquanto isso, o Twitter permite uma comunicação mais rápida, dinâmica e direta com possíveis interessados.

Encontre o tom de cada rede social

Nem todo mundo que está no LinkedIn está no Facebook e nem todo mundo com uma conta no Instagram usa o Twitter. Por isso, é importante que você note que cada rede social terá um tipo de público e, portanto, um tom a ser utilizado.

No LinkedIn é muito importante manter um tom mais sério e profissional para passar a imagem desejada. Já no Facebook é possível encontrar um meio termo entre uma linguagem mais séria e uma mais descontraída. Twitter e Instagram, por sua vez, são mais flexíveis nesse quesito.

Use hashtags

Em todas essas redes sociais é possível utilizar hashtags, que são uma espécie de indicadores de assunto. Assim, você pode utilizar palavras-chave nas hashtags para atrair interessados no que você está oferecendo — nesse caso, imóveis.

Quer exemplos? Uma hashtag com o nome da cidade ajuda a segmentar o público que encontrará a publicação, enquanto uma hashtag (por exemplo, #apartamento) pode ajudar a aumentar o seu alcance. No entanto, é preciso dosar o uso de palavras-chave segmentadas e das mais genéricas para conseguir um bom fluxo de atração.

Capriche no visual

As pessoas estão no imóvel para saber quais são as suas características e, sem isso, é bastante improvável que elas se interessem por comprá-lo. Por isso, é muito importante apostar no visual para chamar a atenção e despertar o interesse das pessoas.

Fotos em dias ensolarados e com boa iluminação, por exemplo, funcionam muito melhor do que fotos com baixa nitidez. Vídeos são outras possibilidades para mostrar o imóvel de diversos ângulos e ajudar a convencer o cliente que é o imóvel do qual ele precisa.

Crie relacionamento e gere engajamento

Quanto mais engajadas as pessoas estiverem com as suas publicações, maiores são as chances de que os outros também as vejam. Por isso, invista em engajamento com imagens altamente compartilháveis ou conteúdo interessante.

Além disso, procure criar relacionamento com as pessoas ao responder suas dúvidas e comentários, porque, dessa forma, você otimiza a comunicação com o cliente e aumenta as chances de que alguém solicite uma visita a um imóvel, por exemplo.

As redes sociais são ferramentas poderosas que você pode usar para vender mais imóveis. Para isso, conheça quais são as principais, encontre o tom certo para cada uma, use hashtags e capriche no visual. Cuidar do relacionamento e do engajamento também é indispensável e gera mais oportunidades de venda.

E você, como tem utilizado as redes sociais para vender imóveis? Qual a sua maior dificuldade? Conte para a gente nos comentários!